Filme: Tamara

6 de out de 2014 •

Olá pessoal. Após o post de ontem, fiquei aqui em casa pensando nos posts deste mês, e apenas sinto que vou me divertir demais! Aqui em casa ninguém curte filmes de terror, mas eu sou um grande fã, e sempre tento saber dos lançamentos, que ultimamente não está lá essas coisas... Mas, ainda sim, tivemos bons filmes para este ano... Talvez depois eu recomende alguns deles aqui, caso dê tempo, pois quero escrever sobre diversos filmes! Porém, para não ficar cansativo, separei algumas séries, e estou vendo mais o que posso fazer.  Mas bem, deixando de conversinha, vamos ao post!

Para hoje, decidi recomendar para vocês o filme Tamara! Ele foi lançado em 19 de janeiro de 2006, e dirigido por Jeremy Haft

Sinopse: Tamara Riley (Jenna Dewan), é uma jovem e solitária garota que cursa o Ensino Médio. Apaixonada pelo professor Bill Natolly (Matthew Marsde), que é casado com Alisson (Claudette Mink). Tamara nutre um amor, que desde o início é evitado por Bill. Após escrever uma matéria sobre anabolizantes, que acabou indo parar no jornal da escola, a jovem  passou a ser ainda mais odiada pelos colegas, que desde sempre zombavam e caçoavam dela, porém, agora tramam uma vingança, contra ela, que não acabará nada bem.

Minha opinião: Na época em que vi o filme, recebi meio que um choque. Me encantei desde primeira com a personagem Tamara, ela é a boa aluna, que é tímida, refugiada, e nutre um amor que sabe que não é correspondido. "Manjadora" de magia, ela decidi arriscar tudo para ver se finalmente consegue o amor de Bill, mas em meio a magia, e a vingança dos colegas, tudo saí de controle e nossa bela Tamara, vai pagar um preço muuuito alto! 

Outra coisa que me deixou bem pensativo com tudo - motivo do choque -, é que no filme, mostra como é a família dela, que é composta apenas por seu pai "cachaceiro"... Ou seja, ela cresceu sozinha... Este filme, não segue os demais, não conta a história de uma jovem fútil que sonhava com riquezas, status, ou etc... Ela apenas queria amor! Porém, seu amor, já estava "com as algemas" (casado). Não que em outros filmes não mostre a família das personagens, e nem que todos tratem de garotas fúteis... Longe de mim generalizar, mas, este filmes é realmente diferente, pois na minha opinião, foge dos clichês de que já estamos acostumados.

Trailer: 


Bem, é isso! Vejam o filme! Caso já tenha visto, diga aqui nos comentários o que achou, O.K.? Bye ~.

P.S.: Caso queira ver o filme online, tem ele no Mega Filmes HD (clique aqui).

Entrando no clima do halloween, haha!

5 de out de 2014 •

Olá pessoal! Já vou começar o post, pedindo desculpas pelo sumiço... Mas, não estava conseguindo escrever nada! Simplesmente pelo fato de ter enjoado da "cara" do blog. Não sei como isso acontece, mas eu enjoo muito fácil dos meus layout's - e dos free também! - . Então, fui fazer um layout. Porém, não tinha ideia do tema, cores, etc... Fiquei horas e mais horas na frente do computador e nada! Já havia feito umas três bases, porém, em nenhuma consegui desenvolver nada! Então... Eis que "andando" pelos arquivos do meu computador, achei este background - deve já faz anos que salvei, mas isso não vem ao caso - , e na minha cabeça que já estava girando começou a surgir ideias e rapidamente fui fazendo este layout, que foi feito em mais ou menos seis horas - um dos mais rápidos que já fiz - .

Quado terminei os últimos detalhes hoje de manhã, fiquei pensando comigo mesmo: "Meu Kamisama (Deus)!!! Como ficou lindo!", tá, eu sei, exagerei um pouco - muito, na verdade - , mas, este foi o primeiro layout que fiz para o SAS, então, fiquei emocionado - só que não - . Bem, quero também contar uma novidade para este mês. Neste maravilhoso mês de outubro, estarei tentando trazer um conteúdo voltado para o terror/horror. Então resenharei/indicarei alguns animes, filmes e séries para vocês, O.K.? 

Por hora é só isso mesmo. Bye ~.

A hora da separação

1 de out de 2014 •

Olá pessoal! Estava hoje conversando com meus botões, e pensando sobre o que postar. Infinitas ideias me vieram à cabeça, mas, nenhuma do tipo: "É essa!", então continuei pensando. E eis, que do nada, na verdade não do nada... Me veio o assunto separação. Fiquei pensando se era uma boa escrever sobre... Não tive muitos relacionamentos, mas, vejo e acompanho diversos bem de perto.

Um relacionamento para mim, é feito entre a união de duas pessoas - não importando se é hétero, gay, bi, etc... -, que se amam, e decidem que querem viver uma ao lado da outra, até que a morte os separe. Claro, algumas pessoas não esperam a morte separar. Pois em algum momento da caminhada, pode acontecer de se apaixonar por outra pessoa... Ou simplesmente o amor acabar. E quando isso acontece, é preciso ser delicado e pensar beeem nos passos seguintes.

Caso a pessoa já seja casada e tenha constituído uma família, a separação já fica mais difícil, ainda mais quando um dos dois pensa que a filha, ou o filho, e até mesmo os netos, etc... podem sair prejudicados/traumatizados. O que, hoje em dia sabemos que é bem difícil. Pois as crianças já estão nascendo e aprendendo cedo que o "para sempre" pode durar pouco. Os novos desenhos, estão ensinando isso à elas. Do mesmo jeito, que está mostrando um novo padrão de princesas e príncipes.